Ciab Fintech Day 2016 contou com painéis e palestras de debates sobre riscos e oportunidades gerados pelas novas tecnologias disruptivas, além de competição entre as startups

Surgidas com a digitalização da indústria e dos serviços e a popularização dos smartphones, as fintechs apostam em inovação para revolucionar os serviços financeiros. Esse fenômeno, acompanhado com interesse pelas instituições financeiras, ganhará, neste ano, maior destaque no Ciab FEBRABAN, que ocorrerá entre 6 e 8 de junho. Os organizadores selecionarão 21 startups para participar de uma competição no Lounge Fintech 2017, que no ano passado contou com nove empresas participantes.

As fintechs selecionadas apresentarão suas soluções para um júri formado por especialistas de grandes bancos e empresas de tecnologias. Três vencedoras se reunirão com executivos das instituições financeiras para estudar possibilidades de negócios e parcerias.

Loung Fintech da 26ª edição do Ciab FEBRABAN; neste ano, o espaço terá área com mais de 500 metros quadrados para acomodar um número maior de expositores

De acordo com Marcelo Assumpção, gerente de relacionamento de eventos da FEBRABAN, todas as startups participantes do evento afirmaram, em pesquisa realizada no Fintech Day 2016, que conseguiram agendar reuniões com bancos de todos os portes durante e após o Ciab FEBRABAN. “Isto comprova o sucesso da iniciativa para gerar parcerias e negócios”, afirma. “Neste ano serão convidadas para participar do evento as mais de 200 fintechs brasileiras; no ano passado, convidamos 60.”

De acordo com Assumpção, para participar e ser selecionada, é necessário que a startup apresente soluções disruptivas para o mercado financeiro. No ano passado, as empresas mostraram produtos e soluções para as áreas de adiantamento de recebíveis, crédito, financiamento, pagamentos, empréstimos, moedas virtuais, transferência eletrônica, quitação de dívidas e gamification.

Os bancos também poderão indicar fintechs internacionais para a competição. Neste ano, o Lounge Fintech terá área com mais de 500 metros quadrados para acomodar um número maior de expositores e mudará de localização: ficará ao lado do auditório principal do evento de TI.

A 27ª edição do Ciab FEBRABAN terá como tema central “Ser Digital”. O objetivo é debater a transformação vivida globalmente pelas instituições financeiras que exige investimentos dos bancos na oferta de uma experiência diferenciada para os clientes, com soluções e produtos inovadores.

O congresso de TI será organizado em três temas, as “trilhas” do evento: Experiência do Cliente, Produtos e Transformação Digital. Além da temática das fintechs, outros assuntos que serão debatidos entre congressistas e especialistas do setor financeiro serão blockchain, moedas virtuais, cloud computing, segurança da informação e meios de pagamento.

Ciab FEBRABAN 2017

Data: de 6 a 8 de junho
Local: Transamerica Expo Center, em São Paulo
Tema: Ser Digital
Trilhas:

  • Experiência do Cliente
  • Produtos
  • Transformação digital

Assuntos em debate:

  • Fintechs
  • Blockchain
  • Meios de pagamento
  • Seguros
  • Moedas virtuais
  • Cloud computing
  • Segurança da informação

Evento entre fintechs

  • Campeonato entre fintechs em que 21 startups serão selecionadas para apresentar suas soluções para um júri formado por especialistas de grandes bancos e empresas de tecnologia
  • Três vencedoras se reunirão com executivos de bancos para estudar possibilidades de negócios e parcerias com as instituições financeiras
  • As mais de 200 fintechs brasileiras serão convidadas para se inscreverem no programa
  • Bancos poderão indicar fintechs internacionais para a competição. Não poderão ser indicadas as fintechs que participaram do Ciab 2016
  • Cada fintech terá 5 minutos para a apresentação de seu trabalho, mais 3 minutos para perguntas e respostas
Os critérios de avaliação serão:
  • Experiência do Cliente: Como o projeto oferece uma grande experiência ao cliente?
  • Audácia: A tecnologia oferece soluções para grandes problemas?
  • Inovação e Simplicidade: a tecnologia simplifica um processo complexo?
  • Escalabilidade: o projeto tem possibilidade de crescimento/futuro?
  • Equipe executora: serão avaliadas características da equipe executora do projeto